Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2009

ALGUÉM TEM QUE CEDER (SOMETHING’S GOTTA GIVE, 2003)

Ficha Técnica:

Direção: Nancy Meyers
Produção: Nancy Meyers
Roteiro: Nancy Meyers

Elenco Principal:

Diane Keaton: Erica Barry
Jack Nicholson: Harry Sonborn
Keanu Reeves: Julian Mercer
Amanda Peet: Marrin Barry


Nancy Meyers assina a produção, a direção e o roteiro desse filme. Tem se especializado no gênero “comédia romântica”, dirigindo e produzindo filmes como O amor não tira férias (The Holiday, 2006), Do que as mulheres gostam (What women want, 2000). Além disso, escreveu os roteiros de O pai da noiva (Father of the Bride, 1995) e os citados anteriormente.

Em Alguém Tem Que Ceder, Meyers, aos 60 anos de idade, aposta em uma temática pouco usual no cinema norte-americano, mas que tem sido pontuado em alguns filmes visto que as mulheres que estão atrás das câmeras estão hoje “na casa” dos sessenta: os relacionamentos amorosos de uma mulher madura. Erica Barry (Diane Keaton) é uma dramaturga bem-sucedida que acolhe em sua casa de praia o namorado de sua filha, Harry Sanborn (Jack Nicholson). Du…

Miranda Priestly: "That's all"

"Her face is a map of the world
Is a map of the world You can see she’s a beautiful girl" (Sunddenly I See, KT Tunstall)





Direção: David Flankel
Roteiro: Aline Brosh McKenna
Baseado no romance de: Lauren Weisberg
Elenco: Meryl Streep (Miranda Priestly), Anne Hathaway (Andrea 'Andy' Sachs), Emily Blunt (Emily Chalton, Stanley Tucci (Nigel), Simon Baker, (Christian Thompson), Adrian Grenier (Nate)

Poderia começar a falar sobre o filme de qualquer ponto, mas o cartaz de divulgação me chamou a atenção, pois parece dizer muito sobre como dirigir o sentido do público, induzindo-o a participar dos significados antecipados, isso quando o cartaz cumpre a sua real função de promover e divulgar o filme. Isso torna o cartaz um elemento pré-textual contextualizador de grande importância na ancoragem dos sentidos do filme. O cartaz ativa a nossa memória - e com ela o código social que nos faz sentir pertencentes a um grupo - ao trazer a imagem de um scarpin vermelho, salto tipo agulha par…